22 de mai de 2012

PIRATAS PIRADOS - PIRATES! BAND OF MISFITS (2012)




Uma aventura nem tão inocente e nem tão adulta. Este nos leva por um mundo divertido e alucinado, onde reina a fantasia. Dentro de tudo isso ainda temos um sistema fadado a busca pelo poder sem limites dentro de uma sociedade que pune o que ela mesmo faz. Será que este filme tem uma crítica dentro da inocência ou a inocência dentro da crítica? Se somos privados dos nosso impulsos como animais seria justo que justamente instituições que deveriam zelar pela manutenção da cultura, aja realisando seus desejos e instituindo privações a todo o resto?



Piratas Pirados conta a história do Capitão Pirata, um fugitivo dos mares que por não ser muito sortudo, não tem grandes lucros com seus roubos. Cego por um prêmio de pirata do ano, Capitão Pirata é capaz de tudo para consegui-lo, desde enfrentar seus piores inimigos como a Coroa Inglesa até trocar um bem precioso por seu valor não monetário para consegui-lo. Nessa aventura Capitão Pirata descobre que mais importante que seus interesses, são os seus valores e o valor da amizade.


O ponto forte do filme não é em si as partes jocosas do filme, e menos ainda suas investidas durante a trama. Seu espetacular talento se refere a crítica que faz ao sistema dentro de uma animação quase que infantil. A imagem que temos dos piratas é que são homens que vagam pelo mar na busca de vítimas para roubar e jogar aos tubarões. Aqui nos deparamos com uma corte faminta por riqueza e um grupo de ricos aproveitadores sedentos de vontade de consumir as riquezas do planeta. Se piratas são ladrões, o que seria o sistema podre que vivemos?


Piratas Pirados parte de um pressuposto de que todos estão interessados em algo para se tornarem mais fortes, agindo pelos impulsos animais de dominação adquirindo o que não lhe pertencem. As instituições presentes que deveriam zelar pelo patrimônio, agem como devoradoras das riquezas. Desta forma todos lutam por uma riqueza, e os pobres piratas que são combatidos pela corte, é também vítima, assim como a população, de um sistema ainda mais bandido e dissimulados do que os próprios ladrões, cegos pelo poder e famintos de riquezas alheias.

Título original: The pirates! Band of  Misfits
Título no Brasil: Piratas Pirados
Ano de lançamento: 2012
País de origem: Reino Unido da Grã Bretanha e Irlanda do Norte
Diretor: Peter Lord e Jeff Newitt

Um comentário:

  1. Ainda não assisti, mas pretendo. Gostei do texto. parabéns. Me faça uma visita no Lumi7. Grande abraço

    ResponderExcluir