26 de fev de 2012

CADILLAC RECORDS (2008)


Marcel Moreno

           É sempre muito curioso ver como certos estilos de músicas nasceram e se desenvolveram, principalmente para quem vive em eras de músicas, na sua maioria, de baixa qualidade e péssimos cantores. Mas do que estilo singular de música, o Blues nasceu nas comunidades negras, onde o preconceito era o carro chefe que definia as relações pessoais. O Blues então alem de introduzir algo novo, significou um fator de combate ao racismo e a segregação, e mostrou ao mundo onde iriam o poder dos negros cantores, negros sim! E com muito orgulho.

25 de fev de 2012

O MENINO DO PIJAMA LISTRADO - THE BOY IN THE STRIPED (2008)


Marcel Moreno


              O filme O Menino do Pijama Listrado aborda uma visão diferente do que do que estamos acostumados a ver quando os filmes tratam do tema 2ª Guerra Mundial. Alem de todo preconceito exposto que era culpar os Judeus pela derrota na 1ª grande guerra e responsáveis pelo declínio do país, temos neste filme uma amizade verdadeira entre duas crianças alheias a todas as ideias da Alemanha nazista da época, alheias as ideias e não as condições as quais foram inseridas compulsoriamente. A descoberta de um mundo diferente acaba desviando para sempre o caminho destas crianças que só queriam se divertir.

22 de fev de 2012

ADEUS LENIN! - GOOD BYE LENIN! (2003)


Por Marcel Moreno


                Toda transição traz transtornos como trouxe para um dos Estados mais desenvolvidos da Europa. A unificação da Alemanha, ocidental e oriental, trouxe uma mistura de ideias, e a mudança de paradigma e de percepções que causaram grandes desconfortos, sejam eles em âmbito nacional ou social, uma vez que a Alemanha oriental repudiava o capitalismo e acreditava que o seu modelo econômico era o mais viável. A queda do muros de Berlin simbolizou definitivamente o fim da União Soviética e consequentemente a Guerra Fria, que outrora levantava muitos rumores de uma possível guerra nuclear. Agora acreditava-se que o mundo centrado em apenas um país hegemônico, e não mais bipolar, seria mais pacífico e próspero para todas as  civilizações. Será?

10 de fev de 2012

O BATEDOR DE CARTEIRAS - PICKPOCKET (1959)




                        Se espera um final chocante e diferenciado, com este filme não irá encontrar. O grande diferencial e talento é o filme todo em si, seja na atuação dos atores ou nas sutilezas que compõe o filme como um todo. Michel é um rapaz que está pessimista com a vida, alegando não ter oportunidades de trabalho, ele entra para a vida do crime. Sua vida parece mudar quando encontra Jeanne, uma moça que cuida da sua mãe doente. Ele, apesar do talento como batedor de carteira, não tem uma ambição alem daquela de roubar carteiras. Preso por algumas vezes, sua vida não tem grandes transformações, assim como é a vida de quem faz de suas vidas uma ferramenta para ter o roubo como profissão.

8 de fev de 2012

A OUTRA - ANOTHER WOMAN (1988)





                                  Este filme é mais uma das genialidades de Woody Allen quando trata da psicologia humana. Primeiro contato com o filme e seu título imaginamos mais um caso de adultério; Num segundo momento imaginamos que poderia ser uma outra mulher a influenciar a vida da personagem principal. Toda a trama nos remete a simples imaginações, o que configura algo totalmente diferente ao término do filme. Alem disso temos um roteiro muito bem elaborado, o qual faz o telespectador ser levado a questionar várias situações da vida, assim como a própria atriz principal faz. Várias das questões que são abertas não são fechadas durante o filme, o que faz com que fique para nós a respostas. Isso tudo já era de se esperar tendo Woody Allen como diretor e roteirista.

6 de fev de 2012

ALEMANHA, ANO ZERO - GERMANIA, ANNO ZERO (1948)





"Nesta perspectiva, o cinema vem a ser a consecução no tempo da objetividade fotográfica.
O filme não se contenta mais em mostrar para nós o objetivo lacrado no instante, como no âmbar o corpo intacto dos insetos de uma era extinta, ele livra a arte barroca de sua catalepsia convulsiva. 
Pela primeira vez, a imagem das coisas é também a imagem da duração delas, como que uma múmia da mutação".
Livro: A experiência do cinema. Ismael Xavier. P 126.

                O que seria de um país ao término de uma guerra? Como seria sua população? Em que condições viveram? E se este país fosse a Alemanha após o fim da Segunda Guerra mundial? Você conseguiria imaginar com imagens? Esse era justamente a proposta do neo realismo italiano, colocar você o mais próximo possível dos fatos reais. Em ALEMANHA, ANO ZERO", Roberto Rossellini parte do pressuposto que seu trabalho agora era o de mostrar a realidade em filme, retratando o situação da Alemanha no pós guerra, assim como fez em ROMA CIDADE ABERTA (1945), e agora nada e nem ninguém escapa a sua lente. Vamos de prédios destruídos a moradias precárias, de pobreza e fome ao abuso praticado por outros, da deterioração da juventude, da falta de esperança e da desgraça que perdura na Alemanha do Führer. Se outrora era desenvolvida e poderosa, agora terá que se reconstruir do zero, e é ai que surge  a ideia do título, uma vez que a Alemanha destruída teria que se reinventar.

1 de fev de 2012

BAL - UM DOCE OLHAR (2010)


Marcel Moreno
                                Nesta película finda - ou inicia - a história de Yusuf. Sua passagem pela infância pode explicar um pouco do homem que ele se tornou e todas as suas descobertas sobre si mesmo ao longo do percurso experimental da vida. Aqui está todo o estupendo talento de Semih Kaplanoglu  na criação da trilogia Ovo-Leite-Mel (Yumurta-Sut-Bal), onde o telespectador vai desvendando o drama da vida de Yusuf seguindo primeiro pela fase adulta, depois pela adolescência e a infância. Nestes momentos de passagem de uma fase para outra  - ou fime - somos levados a descobri-lo olhando seu futuro e buscando informações no seu passado para responder as nossas questões.