23 de jul de 2012

EL LABERINTO DEL FAUNO - O LABIRINTO DO FAUNO (2006)

Por Marcel Moreno


              Na busca por algo com muita esperança, as vezes nos alienamos com ilusões, mas somente conhece a verdade quem busca este algo, e no caminho as vezes acabamos por entrar em labirintos, mas nunca devemos nos corromper e esquecer o que por muito lutamos.

 

                Ofélia é uma garota que está muito envolvida nas crenças em magia, e embora seja uma mortal, diz as histórias antigas que ela é princesa do mundo subterrâneo devendo retornar em breve. Na busca pelo desconhecido sem jamais perder a fé, ela encontra um labirinto e ai começa sua aventura, enquanto as tropas de Franco massacram a Espanha e obriga milhões de cidadãos fugirem de sua terra natal, mas não amedronta aqueles esperançosos que lutam por uma Espanha mais justa.

 


                Os personagens deste filme são repletos de símbolos, e são eles que dão vida a história. Temos a beata Ofelia, a esperançosa Moanna, a maldade sem nexo de Franco, a obediência cega dos soldados e até uma justiça cega, que enxerga pelo mesmo instrumento que pune. A construção de personagens e o que ele representa é uma das coisas que enriquece o roteiro e da corpo para a trama.

 


                Os ambientes que dão o pano de fundo para o filme é lindo quase como um quadro, feio quase como uma verdadeira guerra e esperançoso e límpido como deve ser os ideias dos lutadores para uns, e subversivos para outros. Toda a magia infantil de fadas corre junto com uma guerra que assolou um povo e destruiu seu território mas não seus sonhos e seus ideais.

 


                A obediência cega, sem contestação é a maior aptidão que os ditadores esperam do povo e do seu exercito. Um povo que não contesta compactua com estes valores uma vez que não pensa nas melhorias para toda a nação. Por outro lado tem os que, contra a situação resolvem fugir para lugares seguras, deixando para trás suas raízes, seu passado sua história, seus direitos, como se estes todos não mais os pertencesse. Há ainda os que lutam, os que tem fé na união, os que tem esperança, os que se alienam na ideologia que talvez nunca se concretize em vida, mas que vive dentro de cada um.

 

 

Título Original: El Laberinto Del Fauno

Título no Brasil: O Labirinto do Fauno

País de Origem: Espanha

Ano de lançamento: 2006

Direção: Guillhermo Del Toro

Um comentário:

  1. Uma obra maravilhosa, sobretudo em seu trabalho estético de fotografia e direção de arte!

    ResponderExcluir