19 de mar de 2012

MEDIANERAS – BUENOS AIRES NA ERA DO AMOR VIRTUAL (2011)

Por Marcel Moreno


                 Com a correria dos dias atuais, a forma de vida que o capitalismo nos impõe e nosso desespero para conseguir seguir o ritmo, nós deixamos de perceber muitos detalhes da vida que os olhos não conseguiriam amar e apreciar ou por falta de tempo ou simplesmente porque não temos conhecimento necessário para podermos analisar e aceitar, concordar, gostar. Medianeras conta a história de duas pessoas fortemente envolvidas com este moderno modo de vida e a presença viciante da internet. Medianeras é quase um retrato das nossas vidas transformadas pela modernidade em sociedades grandes e desorganizadas, e mesmo sendo em Buenos Aires não deixa de ser parecida com muitas cidades e vidas espalhadas pelo mundo afora.


                Martin e Mariana são pessoas comuns como em qualquer canto do mundo. Suas vidas, suas profissões, seus anseios e angustias e suas vidas agitadas em grandes cidades. Martin é um designer que passa a maior parte do tempo em sua casa, não só porque tem problemas em se relacionar com as pessoas, mas também porque é viciado em internet, mesmo sendo um crítico do modo de vida que levamos hoje. Mariana por sua vez é uma arquiteta frustrada que trabalha como decoradora de vitrines. Suas aflições, sejam elas criadas por seus falidos relacionamentos amorosos ou por algumas crenças, influenciam muito sua vida e seu modo de agir. O foco do filme é mostrar suas vidas na busca por um relacionamento que a maior parte do tempo é feito pela internet.

                A grande sacada do filme é mostrar como não damos a atenção a vários detalhes que deixamos passar por causa de nossas vidas modernas. Os relacionamentos se tornam cada vez mais difíceis e escassos à medida que ficamos mais exigentes, fazendo com que não arrisquemos mais ou não subindo no elevador. O fato é que ele nos faz pensar sobre o que queremos e desejamos para nós. Como se não bastasse a vida estressante na cidade, fazemos com ela nos domine e domine nossos desejos, impondo-nos algumas regras. Outro ponto interessante é o quanto somos viciados em internet e o quanto ela faz parte das nossas vidas. Quando criticamos este novo padrão de “sobrevivência” da vida moderna, é na internet que vamos disseminar a ideia e buscar informações.


                Este filme chegue ao nível de bom não só pelo bom roteiro que nos faz pensar ou pelas boas imagens apresentadas, mas por conseguir deixar o filme tão próximo de nossas vidas reais. Em uma grande multidão de pessoas temos e queremos encontrar alguém a quem compartilhar nossos dias, nosso amor e nossa vida. Nem sempre é fácil mas é possível, mesmo neste novo modelo de sociedade, onde a internet quase que define onde são os lugares que podemos encontrar alguém. Se na vida real encontrar alguém torna-se quase como buscar Wally na multidão, na internet o s esforços são quase os mesmos, é como se todos estivessem lá esperando para serem encontrados.

Título original: Medianeras
Título no Brasil: Buenos Aires Na Era do Amor Virtual
Ano de lançamento: 2011
País de origem: Argentina
Diretor: Gustavo Taretto


Um comentário:

  1. Fiz o download dele há algumas semanas atrás e ainda não consegui assisti-lo, pretendo fazê-lo em breve... O cinema Argentino ainda consegue me cativar mais que o nacional!

    ResponderExcluir