11 de jan de 2012

O VAGABUNDO - THE TRUMP (1913)



Por Marcel Moreno         

        Esse pequeno grande filme - pequeno por ter somente 24 minutos, menor que o tempo de 70 minutos estipulados como padrão na década de 20, e grande por representar mais uma grande mudança no cinema mundial com introdução de alguns elementos da linguagem clássica do cinema – Chaplin conquistou muitas pessoas com o seu personagem Carlitos.

          Carlitos era um personagem que ficou famoso por ser um homem pobre, bondoso, engraçado, atrapalhado e muito honesto, que logo caiu no gosto do público, dando origem a primeira franquia de filmes do mundo. Chaplin não sabia, mas estava criando algo diferente para o mundo cinema. As pessoas não iam mais ao cinema para ver somente os filmes. Agora elas iam atrás de um personagem, que com seu talento arrastava multidões para as salas, como é caso de Carlitos, ou Chaplin. Com esta inovação, foi inicio para que os atores pudessem ser valorizados com as suas performances e serem reconhecidos.

            O que antes era gravado com apenas uma cena, quase que como no teatro, Chaplin gravou este filme usando plano e contra-plano. Assim ele ai mostrando cenas seguidas, mas que aconteciam ao mesmo tempo. Outra característica que Chaplin introduziu neste filme, que mais tarde seria motivo de muitos estudos, é a tentativa de introduzir as falas, mesmo sem ter a tecnologia do som, utilizando quadros negros no meio das cenas. Apesar de ter 24 minutos e ser muito simples, e muito longe do que estamos acostumados hoje, O Vagabundo foi uma inovação para sua época, mostrando o talento que era Charlie Chaplin, quem mais tarde teria em seu currículo a produção de grandes clássicos como TEMPOS MODERNOS (1936), LUZES DA CIDADE (1931) e O GRANDE DITADOR (1940), como alguns exemplos dos seus belos trabalhos. Moldou seu tempo, ajudou a construir um pedacinho da história do cinema e colaborou com a arte, deixando a dúvida de onde viria tanta inspiração.

Título original: The Tramp
Título no Brasil: O Vagabundo
Ano de lançamento: 1913
Diretor: Charlie Chaplin

Nenhum comentário:

Postar um comentário